West Sea estaleiros Viana do Castelo

West Sea e os estaleiros de Viana: 2020 será «o melhor ano de sempre», declarou Carlos Martins

Marítimo Comentários fechados em West Sea e os estaleiros de Viana: 2020 será «o melhor ano de sempre», declarou Carlos Martins 1986
Tempo de Leitura: 3 minutos

Tudo aponta para que o ano de 2020, tão conturbado e pleno de desafios, acabe por ser «o melhor ano de sempre» para os estaleiros de Viana do Castelo desde que a West Sea assumiu a sub-concessão do negócio naval. Segundo declarou hoje Carlos Martins, administrador da Martifer – que detém a West Sea – estima-se que a empresa atinja uma facturação de cerca de 100 milhões de euros.

«Este ano será o melhor ano de sempre dos estaleiros, quer na construção, quer na reparação naval. Vamos ficar com um valor de vendas na casa dos 100 milhões de euros», revelou esta tarde Carlos Martins, à margem de uma visita do Ministro do Mar, Ricardo Serrão, aos estaleiros de Viana do Castelo. Segundo o administrador, a carteira de encomendas é «muito sólida», seja na construção seja na vertente da reparação naval.

«Na reparação, a carteira está plena até meados de 2021. É um desafio que nos vem sendo colocado todos os dias e que estamos a responder de forma positiva. Relativamente à carteira de encomendas, estamos a construir quatro navios polares, em simultâneo», detalhou, citado pela Rádio Alto Minho, que acompanhou a visita do Ministro do Mar – Ricardo Serrão elogiou o desempenho da West Sea em tempos de crise pandémica.

Citado pela rádio minhota, o administrador da Martifer, grupo que detém a empresa West Sea, apontou o primeiro trimestre do prepara início da construção de uma nova doca, num investimento de 15 milhões de euros, que, uma vez finalizada, no segundo trimestre de 2022, criará mais cerca de postos de trabalho directos. Em causa está, recorde-se, a empreitada de aprofundamento do anteporto e do canal de acesso aos estaleiros navais e ao cais do Bugio, lançada no passado mês de Junho. O aprofundamento do canal de acesso aos estaleiros, que acontecerá, em simultâneo com as obras a realizar pela APDL, no porto de mar, vai permitir construir «navios com mais qualidade e tecnologicamente mais evoluídos».

O sucesso da West Sea em 2020 havia já sido antecipado por Carlos Martins no decorrer de 2019 – nem mesmo a pandemia abalou a trajectória de crescimento que estava a ser traçada. Em Março do ano passado, o administrador da Martifer dizia já que o sector da construção naval se encontrava «ao rubro», com a empresa a viver, à data, uma azáfama de novas encomendas, «muita nova produção», atestava Carlos Martins.

«A construção naval está ao rubro e continuará assim por muitos anos», afirmava, em Março de 2019, Carlos Martins, lembrando que o impulso no sector da construção naval tem sido acompanhado pelo «conhecimento» adquirido através dos «desafios» que se colocaram com o projecto do primeiro paquete e aos quais os estaleiros «souberam responder». A tecnologia «inovadora» forçou a «procura de parceiros que ajudassem a desenvolver um produto complexo, com regras ambientais muito apertadas», lembrou- veja aqui a reportagem.

Fonte: Rádio Alto Minho

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com