Navis Yilport Porto de Lisboa

Yilport completou implementação do N4 TOS da Navis no Terminal de Contentores de Alcântara

MarítimoComentários fechados em Yilport completou implementação do N4 TOS da Navis no Terminal de Contentores de Alcântara391
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Yilport anunciou ter concretizado novo progresso importante na implementação do software Terminal Operating System (TOS), da Navis, nas suas operações na Península Ibérica: a operadora turca revelou que sua operação no Terminal de Contentores de Alcântara, no Porto de Lisboa, passa agora a funcionar com recurso ao software da Navis. «A Yilport Liscont [gestora da infra-estrutura] tornou-se o segundo terminal em Portugal e o quarto na Península Ibérica a implementar o N4 TOS», reportou a holding, que detém forte presença em Portugal.

Lisboa trabalho portuário Porlis YilportO arranque deste progresso deu-se em Janeiro passado – empresa concessionária do terminal do porto lisboeta implementou o sistema Navis Sparcs N4 TOS no terminal de contentores, «batendo todos os recordes de implementação» e «alcançando produtividade líquida de 32 movimentos por hora e produtividade bruta de 27 movimentos por hora no primeiro navio a operar com Navis no terminal». A operadora revelou que procedeu a uma «avaliação de risco» deste passo com as «equipas locais», em tempos de crise pandémica, optando por avançar.

A equipa Yilport, composta pelos nossos experientes departamentos funcionais, apoiados no conhecimento do GLC Iberia e na liderança e experiência da equipa de operações locais fizeram um mix que resultou num incrível exercício de trabalho em equipa e de sucesso, comprovando a sua capacidade e empenho na superação de qualquer desafio. Depois de trocar o sistema TOS e implementar um novo conjunto completo de tecnologias e software para os departamentos locais, o dia do N4 Go-live foi vivido de forma muito semelhante a um dia de operações normais», adiantou a empresa.

Segundo adiantou a Yilport, a equipa de Operações e Atendimento ao Cliente da Liscont «realizou aproximadamente 130 horas de simulações de portões e mais 120 horas de simulação de embarcações que permitiram, por um lado, fazer o ajuste fino do sistema e, por outro, dar experiência e confiança aos utilizadores do novo sistema». O sucesso patente na operação no terminal do Porto de Lisboa «abriu caminho para outros terminais com implementação remota, nestes tempos sem precedentes», vincou ainda a holding.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com